Setor Empresas Familiares

A complexidade das relações humanas no ambiente de uma empresa familiar se caracteriza pela coexistência de três dimensões que por si só demandam atenção e cuidado: a família, a propriedade conjunta de bens e direitos e a gestão da empresa.

Quando essas relações não estão bem estruturadas e com adequada comunicação acentua-se, ao longo do tempo o risco de crises e deterioração da comunicação interpessoal. Os ruídos na comunicação são uma ocorrência natural ao aumento do número de membros da família envolvidos na relação empresarial, e também devidos à diversidade de valores e visões experimentada, quando da inserção de pessoas que não compartilharam anteriormente das mesmas fontes de valores familiares.

A Facilitação de Diálogo se mostra elemento primordial na construção de referenciais que norteiem as decisões empresariais e familiares de forma clara e precisa, a exemplo:

  1. das negociações dos acordos de acionistas;

  2. do estabelecimento de valores, missão e visão comum a todos os membros;

  3. dos protocolos familiares que indicam as regras para participação na gestão da empresa;

  4. das decisões dos conselhos de famílias; e

  5. das políticas educacionais para formação de novas gerações de empreendedores e gestores.

De forma geral, poderia ser objeto de facilitação de diálogo toda e qualquer questão familiar que possa interferir nas decisões empresariais, em função de eventual conflito.

Não é raro, entretanto, que o conflito já se encontre estabelecido com reflexos nos resultados do negócio familiar. Nesses casos, a Mediação se mostra geradora de valor na medida em que possibilita o restabelecimento do diálogo, mesmo que restrito às decisões empresariais.

A grandes empresas familiares eventualmente criam family offices para gerir essa complexidade. Pequenas e médias organizações poderiam ter o mesmo cuidado, dada a maleabilidade desse conceito, ajustável a todos os orçamentos.

Mediação de Conflitos

A Mediação se mostra ferramenta adequada para a solução de conflitos ocorridos a qualquer tempo da convivência, visando impasses relacionais ou administrativos no cotidiano da família e da empresa. 

Facilitação de Diálogos para temas afetos às Empresas Familiares

    • nas tomadas de decisão cotidianas ou naquelas relativas a propostas de mudança no ambiente corporativo, como é o caso das sucessões: a facilitação de diálogos possibilita a expressão de diferentes ideias e interesses, auxiliando na identificação e articulação de suas semelhanças e na negociação de suas dessemelhanças, visando o consenso.
    • na construção de modelo de governança familiar – conselho de família, assembleia de família etc.: a facilitação de diálogos pode ser veículo para essa construção na medida em que concilia as diversas visões dos membros da família, respeitando a dinâmica familiar, essencial para o modelo de governança.

    • na criação de ambiente normativo – acordos de acionistas e protocolo de família: considerando que os documentos normativos familiares resumem suas regras e costumes, a facilitação de diálogos se apresenta como uma prática indicada na identificação dos elementos comuns do universo familiar que constituirão tanto os acordos de acionistas, quanto os protocolos ou constituições familiares.

    • na criação de family offices: ao final do processo de construção do modelo de governança e dos documentos normativos, muitas famílias optam por estabelecer uma estrutura mínima que zele pela observação dos acordos firmados – o family office. A facilitação de diálogos é caminho seguro para definir os contornos e competências desse órgão de apoio familiar.

Seminários de ferramentas de comunicação, de negociação e de competências visando à liderança

Com distintas possibilidades de carga horária e de composição programática, são disponibilizadas atividades docentes customizadas para demandas específicas.

Consultoria no desenho de processos de diálogos e na construção de sistemas de gestão de conflitos

Esta prática se destina a identificar, aprimorar e ampliar o sistema de resolução de controvérsias existente, oferecendo, por meio de treinamento, recursos pautados no diálogo e na construção de consenso.

Coordenadores do Setor

gilbertomartins

Gilberto Martins de Almeida

Graduação em Direito pela PUC Rio. Mestrado em Direito pela USP. Especialização em Direito da Tecnologia da Informação. Advogado, Consultor,Palestrante, Professor e autor de publicações acadêmicas. Consultor da ONU e árbitro pela OMPI.

Ver Detalhes
taniaalmeida

Tania Almeida

Mestre em Mediação de Conflitos. Médica. Pós graduada em Neuropsiquiatria, Sociologia e Gestão Empresarial. Consultora do Setor de Mediação de Conflitos do Banco Mundial para a América Latina. Integrante da Comissão de Mediação da OAB-RJ. Mediadora Judicial Sênior do NUPEMEC – TJRJ.

Ver Detalhes

Mediadores

constancamadureira

Constança Madureira

Advogada e Mediadora. Mestre em Direito. Professora de Direito e de Turismo na Universidade Candido Mendes (RJ). Conselheira no Conselho Empresarial de Turismo. Conselheira nas Comissões de Turismo e de Direito Ambiental (OAB/RJ). Membro do Instituto dos Advogados do Brasil (RJ).

Ver Detalhes
glacyfatorelli

Glacy Fatorelli

Psicóloga Sistêmica. Pós-Graduação em Terapia de Família e Casal. Membro da Associação de Terapia de Família do Rio de Janeiro. Formação MEDIARE e TJRJ em Mediação de conflitos.

Ver Detalhes
heloisafregelli

Heloísa Fragelli

Graduação em Pedagogia. Especialista em Treinamento e Desenvolvimento de RH. Pós-graduada em Responsabilidade Social e Terceiro Seto. Coach Executiva. Master Programação Neurolinguística. Capacitação em Práticas Colaborativas. Experiência profissional com Desenvolvimento Organizacional.

Ver Detalhes
iana

Iana Wolfring Simões

Curso de Mediação Transformativa e Restaurativa (Modelo Circular Narrativo). Certificação Internacional de Facilitadora do YPO, ONG com foco no auto-conhecimento e desenvolvimento do indivíduo. Formação em Coaching na Soc.Latino Americana (SLA Coaching). Experiência corporativa e no comércio varejista.

Ver Detalhes
monicamcarneiro

Mônica Moreira Carneiro

Graduada em Direito e Economia. Experiência relevante em direito empresarial, negociação e governança. Formação MEDIARE e TJRJ. Certificação ICFML. Treinamento avançado em Mediação Transformativa. Membro da Comissão de Mediação OAB-RJ. Mediadora: TJRJ e Câmara de Mediação OAB-RJ.

Ver Detalhes
paulaiskin

Paula Mark Iskin

Graduação em Direito. Especialização em Direito Trabalhista-FGV. Formação MEDIARE e TJRJ em Mediação de Conflitos. Certificada pelo ICFML. Coordenadora da Câmara de Mediação da OAB-RJ. Mediadora do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-RJ e do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Ver Detalhes
philipel

Philipe Ricardo Lantos

Graduação em Direito. Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial. Pós Graduação em Administração de Empresas. Formação MEDIARE em Mediação de Conflitos. Mediador do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB. Experiência com docência universitária e gestão empresarial.

Ver Detalhes
renatafonk

Renata Cantalice Fonkert

Graduação em Psicologia. Mediadora Sênior do TJRJ e Comissão de Mediação da OAB/RJ. Especialização em Mediação de Conflitos Familiares e em Terapia de Casal. Formação MEDIARE e Fundación Interfas em Mediação de Conflitos. Capacitação em Práticas Colaborativas no Direito de Família.

Ver Detalhes
renatamoritz

Renata Moritz

Graduação em Direito. Pós graduação em Business Law. Formação MEDIARE em Mediação de Conflitos. Mediadora certificada pelo ICFML. Formação em Mediação e Negociação – Harvard Law School Executive Education(PON). Professora conferencista em Pós-Graduação.

Ver Detalhes
Samanthap

Samantha Pelajo

Mediadora. Advogada Colaborativa. Mestre em Mediação e Negociação. Mestranda em Sociologia e Direito. Conselheira, Presidente da Comissão e da Câmara de Mediação da OABRJ. Professora e Coordenadora do Grupo Interdisciplinar de Mediação da PUC-Rio. Certificada pelo ICFML. Mediadora Sênior do TJRJ.

Ver Detalhes
tomazs

Tomaz Solberg

Engenheiro de Produção pela PUC-RJ. MBA pela Universidade de Yale. Mais de 20 anos de experiência executiva em empresas como IBM, SENAI e NET. Formação MEDIARE, EMERJ e Harvard (Executive Education) em Mediação. Mediador do Tribunal de Justiça e do TED da OAB-RJ.

Ver Detalhes
–>