O Percurso

O MEDIARE é uma organização especializada na prevenção, avaliação, administração e resolução de conflitos, facilitação de diálogos, construção de consenso e processos decisórios.

Fundada em 1997 é pioneira na capacitação de mediadores, o que possibilitou a formação de uma Equipe Multidisciplinar para atuação em diversas áreas. Possui um quadro de Mediadores e de Especialistas oriundo de distintos segmentos profissionais e atuante em diferentes naturezas de conflitos e de processos decisórios.

A experiência com a prática da Mediação e a dedicação à docência, ao estudo e à pesquisa de métodos pautados no diálogo, assim como aqueles voltados a processos decisórios possibilitaram a ampliação do leque de recursos oferecidos. O MEDIARE utiliza hoje o Sistema Multiportas de métodos não-adversariais de solução de controvérsias e de diálogo que, além da Mediação, inclui a Facilitação de Diálogos, a Construção de Consenso e Processos de Diálogo desenhados caso a caso. Sua atividade docente se estende ao ensino de habilidades para o diálogo, pautadas na comunicação humana, em negociação e no manejo produtivo de diferenças.

É um Centro de Referência nos temas mencionados e integra Redes de Instituições – nacionais e internacionais – de Mediação e de outros Instrumentos de Resolução Adequada de Disputas (RAD), com elas estabelecendo parcerias e intercâmbio.

Compõe o quadro de fundadores do Conselho Nacional de Instituições de Mediação e Arbitragem – CONIMA, tendo participado da elaboração do Código de Ética e do Regulamento Modelo para o exercício da Mediação no Brasil, assim como da construção do currículo mínimo para a Capacitação Básica em Mediação. Integra o FONAME – Fórum Nacional de Mediação, tendo igualmente participado da Equipe Redatora do respectivo Código de Ética.

Realiza palestras, seminários, cursos, workshops, consultorias, supervisões e treinamento na área de Resolução de Disputas, em diversos contextos, a respeito de diferentes temas e em distintos estados do Brasil. Atua na Docência e na Facilitação de Diálogos em distintos âmbitos de convivência – Empresarial, Empresas Familiares, Cível, Famílias e Sucessões, Políticas Públicas, Socioambiental, Comunitário, Escolar, Arte, Cultura e Entretenimento, Saúde, Tecnologia da Informação e Propriedade Intelectual – , de natureza privada, judicial ou social, de alcance nacional ou internacional.

Convênios de Cooperação com Instituições Públicas e Organizações Não-Governamentais possibilitados pela atuação do Banco de Horas – prestação voluntária de serviços do seu Painel de Mediadores – viabilizam o atendimento à população de baixa renda, expressão de seu exercício empresarial consciente e socialmente responsável.

O Sistema MEDIARE – MEDIARE Diálogos e Processos Decisórios, MEDIARE Cursos Técnicos e Gerenciais e o Instituto MEDIARE – compartilha a sua infraestrutura e acolhe os mesmos profissionais (equipe MEDIARE) para o exercício de atividades correlatas a cada uma das entidades:

 

ATIVIDADES AO LONGO DO TEMPO

Instituto MEDIARE – Fundado em 2016

Pesquisa

Em 2017, abrigou pesquisa em cooperação com o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) sobre a qualidade da prática da Mediação no Judiciário do RJ (2016/2018).

Em 2018 coordenou, também em parceria com o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), uma pesquisa dedicada a mapear os diferentes programas de mediação comunitária existentes no Brasil.

Anuário

Em 2016 publicou a primeira edição do Anuário MEDIARE, uma obra que compila artigos sobre Mediação de Conflitos e Facilitação de Diálogos, oriundos de  cada Setor Temático do MEDIARE. Essa publicação acontece a cada ano e possibilita não só reunir reflexões de cada setor temático que resulte em artigo, como também dar visibilidade aos mediadores que se dedicam à produção acadêmica.

Educação Continuada – Reuniões de Atualização

Conforme entendimento internacional, são oferecidas, mensalmente, ao painel de associados à instituição, reuniões de atualização, visando seu aprimoramento permanente e fidelização a uma prática de qualidade – o Grupo de Estudos Geral – dedicado a temas correlatos ã Mediação e à Facilitação de Diálogos e cultura Geral.

O Instituto MEDIARE também abriga os Grupos Temáticos de Estudos e Projetos – voltado aos assuntos específicos de cada Setor Temático do MEDIARE, que objetiva o nivelamento e o aprimoramento teórico-prático, assim como a construção de projetos.

Banco de Horas

O MEDIARE tem convidado os integrantes de seus cursos de capacitação que concluem a fase Prática Supervisionada a integrarem um Painel de Mediadores que oferece horas gratuitas de atuação – o Banco de Horas – para o atendimento social, assim como a participação em projetos de cooperação interinstitucional.

Programa Internacional

Desde 2016 o MEDIARE viabiliza, anualmente, a participação de mediadores já capacitados ou em processo de capacitação na instituição, no LLM em ADRs patrocinado pela Escola de Direito da Universidade de Saint Thomas – Minneapolis (Eua)

 

MEDIARE Cursos e MEDIARE Diálogos

Capacitação de Mediadores no Setor Privado

O corpo docente do MEDIARE vem capacitando mediadores desde 1998. A instituição coordena regularmente um curso no Rio de Janeiro, com turmas de perfil multidisciplinar – médicos, advogados, engenheiros, juízes, psicólogos, economistas, administradores, assistentes sociais – que possibilitaram a construção de um painel multitemático mediadores. Cursos de Mediação e de Facilitação de Diálogos ocorrem, também, em outros Estados da Federação e sob demanda (in Company).

Prática da Mediação e outros Métodos Não-Adversariais de Solução de Conflitos

A atuação prática vem sendo levada a termo nas Câmaras MEDIARE pelo painel multidisciplinar de mediadores que compõe o quadro da entidade, tanto por intermédio da prática privada e social como por intermédio de convênios. Um painel de especialistas em distintas áreas auxilia o painel de mediadores, se necessário, oferecendo expertise complementar e específica.

Capacitação de Mediadores no Setor Público

O MEDIARE tem oferecido a sua docência para os programas de capacitação em Mediação do Ministério Público do Rio de Janeiro (V Edições) e da Defensoria Pública do Rio de Janeiro (2011 e 2015). Tem, igualmente, participado de projetos estaduais e municipais em outros estados da federação, voltados à capacitação de mediadores e ao aprimoramento de supervisores desta prática, no âmbito público e privado.

Capacitação de Conciliadores no Setor Público

No ano de 1999, o MEDIARE coordenou o Curso de Capacitação para Conciliadores Voluntários da Defensoria Pública Geral do Rio de Janeiro. Desde então, vem proferindo palestras para conciliadores judiciais e juízes, visando à ampliação de suas habilidades para a prática conciliatória.

Coordenação do Projeto Pacificar

No ano de 2009, o MEDIARE coordenou a equipe docente que atuou no Projeto Pacificar – incentivo do Ministério da Justiça para a prática da Mediação nas faculdades de Direito – da Escola de Direito Rio da Fundação Getúlio Vargas e da ONG Viva Comunidade, ocorrido no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Sua diretora-presidente atuou como supervisora geral do projeto.

Cursos e Workshops: Ampliação de Habilidades para a Prática Conciliatória e para a Facilitação de Diálogos

Ao longo de sua existência, o MEDIARE tem oferecido cursos para operadores do Direito (Ampliação de Habilidades para a Prática Conciliatória), e para atores comunitários (Facilitação de Diálogos), em cooperação com ONGs ou em caráter voluntário.

Cursos e Cursos in Company

O MEDIARE tem oferecido workshops e cursos in company sob demanda, focados em ampliação de habilidades, em comunicação e negociação, na Facilitação de Diálogos, no aprimoramento de lideranças para a gestão de conflitos, a coordenação de equipes e as tomadas de decisão.

Convênios de Cooperação com entidades formadoras de outros Estados

Estabelecimento de convênios de cooperação com entidades afins em outros Estados do Brasil, visando compor uma rede institucional nacional, tem possibilitado atuação conjunta e o abrigo – em dupla mão – de alunos que estão na fase de estágio supervisionado (Prática Supervisionada de casos reais).

Convênios de Cooperação com Entidades Públicas

No Rio de Janeiro, convênios com o Tribunal de Justiça, com a Defensoria Pública e com o Ministério Público possibilitam a oferta gratuita à sociedade da Mediação de Conflitos e a prática supervisionada de mediadores em etapa de capacitação.

Participação na Fundação e no Painel Diretor do Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem – CONIMA

O MEDIARE é uma das instituições fundadoras do CONIMA – cujo painel diretor foi integrado pela diretora-presidente do MEDIARE em diferentes mandatos. A Diretora-presidente do MEDIARE compôs as comissões redatoras do Código de Ética e do Regulamento Modelo da Mediação, assim como aquela que se dedicou a construir um currículo básico para a Capacitação em Mediação. Auxiliou ainda na interlocução do CONIMA com as Comissões Redatoras dos Anteprojetos de Lei de Mediação à época em que integrava a gestão.

Participação no FONAME – Fórum Nacional de Mediação

O MEDIARE integra o painel de instituições que compõem o FONAME, tendo participado da equipe redatora do Código de Ética para Mediadores.

 

Marco Legal

Participação na Equipe de Especialistas da Secretaria de Reforma do Judiciário – Ministério da Justiça – para redação do marco legal da Mediação no Brasil.

Em 2013, sua Sócia Diretora integrou a comissão que ofereceu o texto base para o PL/7169/14 que o texto do marco legal da Mediação.

Participação na I Jornada de Solução Extrajudicial de Litígios – para compilação de enunciados relativos ao Marco Legal Brasileiro.

Sua sócia fundadora integrou a equipe do Desembargador Kazuo Watanabe, dedicada aos enunciados concernentes à Mediação.

Publicações

O painel de mediadores do MEDIARE tem escrito e publicado artigos dedicados aos Métodos de Resolução Adequada de Disputas, em especial à Mediação e à Facilitação de Diálogos, passando a produzir uma peça acadêmica, o Anuário MEDIARE, desde 2016. No ano de 2014 sua diretora publicou Caixa de Ferramentas em Mediação – aportes práticos e teóricos e em 2016 co-coordenou a obra Mediação de Conflitos: para iniciantes, praticantes e docentes com as colaboradoras Eva Jonathan e Samantha Pelajo.

Participação em Congressos e Seminários

Seu corpo de especialistas participa regularmente de congressos e seminários nacionais e internacionais, apresentando trabalhos, inclusive. Sua diretora-presidente integrou o Comitê Diretor do World Mediation Forum no biênio 1999/2000.

 

Participações Internacionais – pesquisa, fomento dos métodos adequados de solução de controvérsias, capacitação e programas internacionais

Participação na pesquisa nacional sobre um Sistema Multiportas de Resolução de Conflitos para o Brasil, coordenada pela Universidade de Saint Thomas Minneapolis, EUA

Projeto que construiu consenso sobre o tema após pesquisá-lo junto à sociedade civil: juízes, advogados, docentes de graduação e pós-graduação, empresários, estudantes de direito, comunidades e ONGs. Sua diretora-presidente coordenou a facilitação do diálogo nacional entre os integrantes da pesquisa e co-coordenou sua publicação no Brasil pelo CEJUS da Fundação Getúlio Vargas (Tribunal Multiportas – Investindo no capital social para maximizar o sistema de solução de conflitos no Brasil). O projeto teve como coordenadores nacionais a professora Ada Pellegrini Grinover e o Desembargador Kazuo Watanabe.

Participação no Projeto do Banco Interamericano de Desenvolvimento para o Fomento e a Prática da Mediação e da Arbitragem no Brasil

Além de instituição convidada para integrar o projeto, sua diretora-presidente atuou como membro da Comissão de Coordenação e Controle.

Participação como co-coordenadores didático-pedagógicos e docentes no curso de Mediação de Conflitos em Segurança Cidadã subsidiado pelo PNUD – Programa das Nações Unidas – e pelo SENASP – Secretaria Nacional de Segurança Pública

Projeto-piloto ocorrido no Rio de Janeiro (2007) para 470 participantes: juízes, promotores, defensores, policiais de distintas corporações, gestores comunitários, técnicos do judiciário, conciliadores voluntários.

Participação em licitações internacionais

O MEDIARE participou de licitação para Capacitação de Mediadores na República de Cabo Verde, no ano de 2006, e foi classificado em primeiro lugar no relativo à competência técnica da proposta, conforme demonstra documento enviado pelo Ministério da Justiça de Cabo Verde. A opção dos caboverdianos para a realização do programa foi pela proposta de menor custo financeiro.

Banco Mundial

A Diretora-presidente do MEDIARE compõe um painel de cinco mediadores treinados pelo Banco Mundial para atuarem no sistema interno de resolução de conflitos do Banco, na América Latina – Programa Piloto Latino Americano. Está encarregada dos órgãos do Banco que atuam em território brasileiro, facilitando diálogos em mediações e oferecendo treinamentos.

 

Fomento dos Métodos Adequados de Resolução de Controvérsias em diferentes áreas da Mediação

Socioambiental e Políticas Públicas

O MEDIARE teve atuação docente junto a pós-graduandos da área ambiental (COPPE-UFRJ) e a técnicos ambientais da Petrobrás que participavam de processos de construção de consenso em questões que envolviam políticas públicas. Sua diretora-presidente atuou em pesquisa subsidiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, integrando publicação no tema – Divulgación de métodos para la resolución pacífica de conflitos; Revista Mediadores en Red (novembro de 2004) − com vistas a divulgar essa prática para a América Latina, incluindo um exemplo brasileiro. A participação em grupos de estudo temático e o treinamento de técnicos de empresas privadas que atuam na interface com a comunidade, quando questões ambientais integram projetos, fazem parte de seu escopo de atuação. Em 2016 coordenou uma Facilitação de Diálogos no Projeto Orla Búzios, em parceria com a ONG Viva Búzios, que resultou em um pacto social entre os membros da comunidade local – pescadores, moradores, comerciantes, empresários. O MEDIARE coordena um grupo de estudos e projetos de ocorrência mensal na área Socioambiental e de Políticas Públicas.

Mediação Penal – Práticas Restaurativas

Participação em convênio com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e atuação com uma equipe multidisciplinar de mediadores no IX Juizado Especial Criminal – RJ e Varas de Família do Fórum da Barra da Tijuca. Integra o CEMEAR – Centro de Mediação, Métodos Autocompositivos e Sistema Restaurativo do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. A partir de 2019 o MEDIARE coordena um Grupo Temático de Estudos em Práticas Restaurativas.

Mediação Escolar

O MEDIARE tem realizado trabalhos nesse campo, desenvolvendo projetos e programas para escolas municipais e particulares e estimulando empresas a subsidiá-los, através da prática da responsabilidade social, na tentativa de levar a cultura da paz e o combate à violência ao universo escolar. Em 2000/2001 co-coordenou um programa em escolas municipais do RJ, subsidiado pelo Ministério da Justiça. Em 2014, coordenou Programa de Habilidade para o Diálogo com Professores e Coordenadores das creches situadas na Comunidade do Vidigal. Em 2015 e 2016 coordenou palestras e processos de facilitação de diálogos em entidades de ensino da zona sul do Rio de Janeiro. Em 2017, abrigou o estudo da Comunicação Não Violenta no Setor de Mediação Escolar Institucional. Em 2018 patrocinou workshop dedicado a Programa de Mediação Escolar. O MEDIARE coordena um grupo de estudos e projetos na área de Mediação Escolar.

Mediação Comunitária

A instituição tem oferecido para as ONGs que trabalham com programas comunitários e para lideranças comunitárias, seminários que destacam os aportes técnicos da Mediação de Conflitos, com vistas a incrementar, qualitativamente, suas práticas como facilitadores de diálogos. Desenvolveu um DVD dedicado ao tema para trabalhar com população iletrada e uma cartilha que visa à multiplicação de sua exposição. Esse projeto está marcado pela sustentabilidade, pois que se dedica à formação de multiplicadores – atores comunitários que são capacitados para reproduzi-lo sob nossa supervisão. No ano de 2013, iniciou atuação na Comunidade do Vidigal, no Rio de Janeiro, promovendo cursos de capacitação em Mediação e Programa de Ampliação de Habilidades para o Diálogo; de 2014 a 2017, coordena a Prática Real Supervisionada dos Mediadores que integraram os Cursos Teóricos de 2013 e de 2015 naquela comunidade. Em 2018 dedicou  pesquisa voltada a mapear Programas de Mediação Comunitária no Brasil. O MEDIARE coordena um grupo temático de estudos e projetos nessa área.

Mediação Familiar

A prática da Mediação e da Facilitação de Diálogos no âmbito familiar tem sobressaído, por meio dos convênios com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e com a Defensoria Pública do Rio de Janeiro. Convênio com a Vara da Infância, da Adolescência e do Idoso, durante sete anos (1999 e 2005) possibilitou, também, a atuação em questões que dizem respeito àqueles juízos. O MEDIARE coordena um grupo de estudos e projetos dedicado à área de Famílias e Sucessões.

Mediação e Ouvidoria

O MEDIARE tem participado de seminários dedicados a extrair da Mediação de Conflitos os aportes procedimentais e técnicos para a prática qualificada da ouvidoria. Esses trabalhos têm incluído ouvidores do setor público e privado.

Mediação Corporativa

O MEDIARE mantém grupo de estudos e projetos no tema, para atender à proposta de atualização permanente dos mediadores que atuam na área. Realiza Capacitações in company, em instituições públicas e privadas. Atua no campo corporativo facilitando diálogos internos e mediando questões entre empresas ou grupos de empresas, assim como questões contratuais que implicam a rede de stakeholders. A Mediação nas áreas Cível e Empresarial tem sido fomentada pela participação dos alunos em capacitação (estágio prático) no Convênio de Cooperação com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro – Fórum Central.

Práticas Colaborativas

O MEDIARE abriga grupo regular de estudos no tema e organizou a primeira Capacitação Internacional em Práticas Colaborativas no Direito de Família, ocorrida em abril de 2014, no Rio de Janeiro. A prática da advocacia colaborativa pressupõe a não litigância e a abordagem interdisciplinar das questões conflituosas ou demandantes de consenso e ganha adeptos em todo o mundo, na contramão da judicialização das questões do cotidiano e em direção à pacificação social possibilitada pela construção de consenso que foca no benefício mútuo. No âmbito do Direito de Família, as Práticas Colaborativas foram consagradas com o Prêmio Innovare, segmento advocacia, em 2013. Integrou Equipe que coordenou, em setembro/outubro de 2014, a I Capacitação em Práticas Colaborativas na área cível. Desde então vem integrando a equipe docente do Instituto Brasileiro de Práticas Colaborativas (do qual é também fundador) em programas de capacitação realizados em diferentes Estados da Federação.

Mediação nas áreas de Tecnologia da Informação, Propriedade Intelectual, Arte e Cultura e Saúde

O MEDIARE coordena grupos temáticos de estudo e projetos nessas áreas, possibilitando a educação continuada e incentivando a prática da Mediação.

Parceiros: