MEDIATION TRAINING COURSE

TARGET AUDIENCE 

  • Graduated professionals and students of the last year or university period, with special interest in the field of pacific resolution of controversies.
  • Persons acting as an impartial third party, assisting parties to a conflict or litigation to negotiate their differences, with a view to preventing or resolving disputes.
  • Professionals from different fields of activity and from different contexts of coexistence who can benefit from the procedures and techniques of Mediation, such as: administrators, managers, lawyers, therapists, economists, ombudsmen, team coordinators, among others.

METHODOLOGY

With a participative nature, the methodology stimulates permanent interaction and aims to build knowledge with the student, using expository classes, exercises in small groups, exemplary films and other audio visual media. With the goal of consolidating knowledge, participants provide reports each weekend of lessons and their content is shared in plenary with all students the following week.

Theoretical Module
(100 hours)

+

Supervised Practical Module
(100 hours)

=

Once qualified as an Extrajudicial Mediator, the mediator can join the MEDIARE Multidisciplinary Panel and participate in the team of the Bank of Hours, acting in social mediations of the MEDIARE Institute or in institutions.

}

The TJRJ recognizes the MEDIARE Theoretical Course and the hours of practice carried out in the interinstitutional agreement. To apply for certification as a Judicial Mediator, it will be necessary to complement the hours of practice and supervision in the TJRJ program. 

I. THEORETICAL COURSE PROGRAM CONTENT

The Mediation Process

The first phase of the theoretical course presents Mediation as a method, differentiating it from other ways of resolving controversies, exposing its structure, its techniques and procedures. It includes the theme of conflict, its escalation and constructive management, as well as it transits through the multidisciplinarity of Mediation.

Goals

  • Study the conflict, its constructive and destructive management, as well as work on its mapping.
  • Differentiate Mediation from other dispute resolution instruments.
  • Present the Mediation and its basic principles, as well as its evolutionary course, theoretical and technical assumptions.
  • To know the Institute of Mediation in its structure and procedures.
  • Define the role of the Mediator and know your Code of Ethics and Standards of Conduct.

Areas of applicability

This segment of the theoretical course offers a panoramic view of the applicability of the institute in different fields of coexistence: family, business, school, judiciary, communities, socio-environmental context, restorative practices, public policies.

Goals

  • Know some of the practice areas of Mediation.
  • Make distinctions between practical and procedural aspects of each area and identify their particularities.
  • Knowing instruments related to collective issues and their articulation with Mediation.
  • Visit the multidisciplinary contributions to the institute.

Simulations

The theoretical module ends with the case dramatization, articulating the theory offered in the first segment with the applicability visited in the second. This theoretical-practical articulation, besides preparing for the attendance of real cases, offers concreteness to the theoretical course and shows enough for some professionals who wish to broaden their skills for dialogue – personal and functional – and not necessarily act as mediators.

The number of cases listed for this moment of the course makes it possible for all students to experience the place of mediators, people under mediation and observers. Each of these positions provides a distinct learning nature, highlighted in the reflections that accompany the simulations.

Goals

  • Articulate the practice with the theoretical learning of the previous segment and with theoretical readings related to the simulated cases.
  • To dramatize the stages of the process to apprehend the structure and objectives of each moment.
  • Allow the particular construction of the place of mediator based on different insertions – mediator, co-mediator and observer.
  • To experience, through the role play, the place of the parties involved in the conflict, their anguish and speeches.
  • Assist in the learning of the handling of eventual impasses and ethical impediments.

Program

DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF CONTENT TO BE DEVELOPED
07.04.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Tania Almeida
Class 1
9:00 – 10:30
Presentation dynamics Tania Almeida Personal presentations, didactic material and course dynamics.
10:30 – 11:00 Break
Class 2
11:00 – 12:30
Contextualization: 21st Century and ADRs; Multiport System; Hybrid Methods Tania Almeida Alternate / Adequate Methods of Conflict Resolution, and its Consonance with the 21st Century.
12:30 – 14:00 Break
Class 3
14:00 – 15:30
The Mediation Process Samantha Pelajo Guiding Principles and Regulation of Mediation. Judicial and Extrajudicial Mediation. Pre-procedural and Incidental Mediation.
15:30 – 16:00 Break
Class 4
16:00 – 18:00
Conflict – generalities; Social and psychological aspects

Wanderley Jacob

Tania Almeida

Construction, mapping, management and climbing; Resolution or administration? Conflict as a form of bond; Game Theory
08.04.17
Saturday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 5
9:00 – 10:30
The process of Mediation – step by step; The basis in the Harvard trading quadrant Tania Almeida Pre-Mediation and its importance in the course of Mediation; Information material; Articulation with the mediator’s posture and techniques; Opening Speech and the formalization of Mediation – relevant documentation; Articulation with the mediator’s posture and with the techniques.
10:30 – 11:00 Break
Class 6
11:00 – 12:30
The process of Mediation – step by step; Articulation with the toolbox used in Mediation Tania Almeida Storytelling – the procedures and techniques of communication and their articulation with the mediator’s posture.
12:30 – 14:00 Break
Class 7
14:00 – 15:30
The process of Mediation – step by step; Articulation with the toolbox used in Mediation Tania Almeida Construction of the agenda, expansion of alternatives and election of options – the procedures and techniques of negotiation and their articulation with the mediator’s posture; distributive Negotiation and retributive Negotiation
15:30 – 16:00 Break
Class 8
16:00 – 18:00
The process of Mediation – step by step; finalization Tania Almeida Closing of Mediation – formality and informality; Drafting of the agreement; Referrals;
Data archiving; Presentation of DVD- Conflict Mediation.
DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF CONTENT TO BE DEVELOPED
28.04.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 9
9:00 – 10:30
Consolidation of knowledge Tania Almeida Content review; Comments on reports; Magnification of the toolbox.
10:30 – 11:00 Break
Class 10
11:00 – 12:30
The Mediator and his Code of Ethics Claudia Grosman Qualification, ethical principles and performance according to CPC and Law of Mediation.
12:30 – 14:00 Break
Class 11
14:00 – 15:30
Lawyers and specialists in Mediation. Collaborative Practices Olivia Fürst The role of the lawyer in Mediation and the importance of knowledge about SMP; Collaborative Law;
The participation of other experts in Mediation.
15:30 – 16:00 Break
Class 12
16:00 – 18:00
The role of the lawyer in Mediation and the importance of knowledge about SMP; Collaborative Law– The participation of other experts in Mediation. Tania Almeida Contextualization of the transdisciplinarity of Mediation;
New paradigms – systemic vision, language and social constructionism.
29.04.17
Saturday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 13
9:00 – 10:30
Different theoretical-practical models in Mediation
Fitting and suitability
Wanderley Jacob Tania Almeida Mediation for Agreements; Transformative Mediation; Circular-Narrative Model; Narrative Mediation; Facilitative and Evaluative Mediation
10:30 – 11:00 Break
Class 14
11:00 – 12:30
Reflective Posture in Mediation Vania Yazbek Importance of a reflexive posture in mediation – taking care of the internal (with oneself) and external (with others) speeches that occur in a dialogue.
12:30 – 14:00 Break
Class 15
14:00 – 15:30
Controversial issues related to the legal regulation of Mediation; Cultural changes Fernanda Levy The new CPC project. The Law of Mediation
15:30 – 16:00 Break
Class 16
16:00 – 18:00
Video presentation for reflection and analysis Tania Almeida The Workshop – exemplary video (UNB) of the Mediation process; Identification of procedures and techniques; Analysis of the dialogue process.
DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF CONTENT TO BE DEVELOPED
05.05.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 17
9:00 – 10:30
Consolidation of knowledge Tania Almeida Content review – report comments
10:30 – 11:00 Break
Class 18
11:00 – 12:30
Corporate Mediation Claudia Grosman Mediation in companies – different possibilities and scope.
12:30 – 14:00 Break
Class 19
14:00 – 15:30
Family Mediation Glória Mosquéra Tania Almeida Divorces, successions and family businesses;Shared Guard; Parental Alienation;The workshops at Mediação.
15:30 – 16:00 Break
Class 20
16:00 – 18:00
Mediation in Court Claudia Ferreira Mediation in the Brazilian Legal System
06.05.17
Saturday
Extra class 8:30 – 9:00 School mediation Tania Almeida Monica Lobo Discipline of retribution and restorative discipline;
The formation of individuals aimed at social pacification;
Class 21
9:00 – 10:30
Community Mediation Glaucia Foley Brazilian experiences with community mediation.
10:30 – 11:00 Break
Class 22
11:00 – 12:30
Mediator Sensitivity Marcel Gottlieb The conductor, the instruments, the orchestra.
A possible metaphor for the mediation process.
12:30 – 14:00 Break
Class 23
14:00 – 15:30
Consensualidade e poder Público: advocacia Pública e Privada em colaboração

Letícia Botelho Gois

Laone Lago

Administração Pública Dialógica. Interesse Público revisitado. Novas possibilidades interacionais: Público + Privado
15:30 – 16:00 Break
Class 24
16:00 – 18:00
Restorative Justice
Restorative Mediation
Cristina Meirelles History, Concept, Principles and Applicability;The conversational formats of Circle, Conference and Mediation, focusing on the difference between Restorative Justice and Mediation.
DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF CONTENT TO BE DEVELOPED
19.05.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 25
9:00 – 10:30
Consolidation of knowledge Tania Almeida Content review; Comments on the reports.
10:30 – 11:00 Break
Class 26
11:00 – 12:30
Facilitation of dialogues for consensus building Rafael Almeida Inclusive and collaborative processes, case study.
12:30 – 14:00 Break
Class 27
14:00 – 15:30
Non-Violent Communication Dominic Barter Articulation of non-violent communication with the proposal of Mediation of Conflicts
15:30 – 16:00 Break
Class 28
16:00 – 18:00
Non-Violent Communication Dominic Barter Articulation of non-violent communication with the proposal of Mediation of Conflicts
20.05.17
Saturday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 29
9:00 – 10:30
Mediation and the Environment Alexandre Assed Environmental mediation in the public and private spheres.
10:30 – 11:00 Break
Class 30
11:00 – 12:30
Exercising for practice Tania Almeida
12:30 – 14:00 Break
Class 31
14:00 – 15:30
Exercising for practice Tania Almeida
15:30 – 16:00 Break
Class 32
16:00 – 18:00
Preparation for Simulated Practice Tania Almeida Identification of the benefits and costs of simulated practice;
Participation drivers, formatted in co-authorship, for the period of the simulated practice.
DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF CONTENT TO BE DEVELOPED
02.06.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 33
9:00 – 10:30
Assembly of the teams and the service schedule Tania Almeida Distribution of the follow-up maps of the simulated practice;
Election of cases.
10:30 – 11:00 Break
Class 34
11:00 – 12:30
Restorative Circle

Cristina Meirelles

Vania Yazbek
Tania Almeida

Theme: Restorative Practices.
12:30 – 14:00 Break
Class 35
14:00 – 16:00
Case 1

Cristina Meirelles

Vania Yazbek
Tania Almeida

Theme: Restorative Practices.
16:00 – 16:30 Break
Class 36
16:30 – 18:00
Plenary Session

Cristina Meirelles

Vania Yazbek
Tania Almeida

Sharing of learning between groups of simulations.
03.06.17
Saturday
Extra class 8:30 – 9:00 Tema correlato aos assuntos do dia, anunciado na semana que antecede a aula Professor convidado ou mídia audiovisual
Class 37
9:00 – 10:40
Case 2 Maria do Céu Battaglia Samantha Pelajo
Tania Almeida
Theme: family and successions.
10:40 – 11:10 Break
Class 38
11:10 – 12:50
Case 3 Maria do Céu Battaglia Samantha Pelajo
Tania Almeida
Theme: family and successions
12:50 – 14:20 Break
Class 39
14:20 – 16:00
Case 4 Eva Jonathan Samantha Pelajo
Tania Almeida
Theme: family and successions.
16:00 – 16:30 Break
Class 40
16:30 – 18:00
Plenary Session Eva Jonathan Samantha Pelajo
Tania Almeida
Sharing of learning between groups of simulations
DATES SCHEDULE CLASSES TEACHERS SYNTHESIS OF THE CONTENT TO BE DEVELOPED
23.06.17
Friday
Extra class 8:30 – 9:00 Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 41
9:00 – 10:40
Case 5 Olivia Fürst Renata Fonkert
Tania Almeida
Theme: Family and neighborhood
10:40 – 11:10 Break
Class 42
11:10 – 12:50
Case 6 Olivia Fürst Renata Fonkert
Tania Almeida
Theme: Family and neighborhood.
12:50 – 14:20 Break
Class 43
14:20 – 16:00
Case 7 Olivia Fürst Renata Fonkert
Tania Almeida
Theme: Family and neighborhood.
16:00 – 16:30 Break
Class 44
16:30 – 18:00
Plenary Session Olivia Fürst Renata Fonkert
Tania Almeida
Sharing of learning between groups of simulations.
24.06.17
Saturday
Extra Class

8:30 – 9:00

Topic related to the subjects of the day, announced the week before the lesson Invited Teacher
Class 45
9:00 – 10:40
Case 8 Claudia Grosman Samantha Pelajo
Tania Almeida
Theme: Corporate / Corporate;
Internal conflict.
10:40 – 11:00 Break
Class 46
11:00 – 12:40
Case 9 Claudia Grosman Samantha Pelajo
Tania Almeida
Theme: Corporate / Corporate;
Conflict with the interfaces.
12:40 – 14:00 Break
Class 47
14:00 – 15:30
Plenária Claudia Grosman Samantha Pelajo
Tania Almeida
Sharing of learning between groups of simulations.
15:30 – 16:00 Break
Class 48
16:00 – 18:00
Closing Tania Almeida Evaluation, presentation of institutional programs and identification of participation

COORDINATOR COURSE

Tania Almeida – Diretora do MEDIARE

http://lattes.cnpq.br/2031266502707890

Docente, Consultora e Pesquisadora em Mediação de Conflitos e em Facilitação de Diálogos. Fundadora do Sistema MEDIARE – MEDIARE Diálogos e Processos Decisórios, MEDIARE Cursos Técnicos e Gerenciais e Instituto MEDIARE. Médica. Mestre em Mediação de Conflitos. Pós Graduada em Neuropsiquiatria, Sociologia e Gestão Empresarial. Especialização em Terapia de Família e Psicanálise infanto-juvenil. Em mediação, fez cursos de extensão nas seguintes áreas: Teoria e Ferramentas do Havard Negotiation Project; Empresas e Família; Escolas,  Comunidades e Saúde; Comércio Internacional e Propriedade Intelectual; Dispute Boards e Práticas Restaurativas; Construção de Consenso e Socioambiental; Práticas Colaborativas e Mediação Transformativa. Short Term Consultant da equipe de Mediação do Internal Just System do Banco Mundial – Latin American Pilot Program. Docente e Co-Organizadora do Curso de Mediação e Resolução Pacífica de Conflitos em Segurança Cidadã – Projeto Piloto RJ coordenado pelo PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e SENASP – Secretaria Nacional de Segurança Pública. Facilitadora nacional do processo de Construção de Consenso da pesquisa sobre Resolução Alternativa de Disputas no Brasil, coordenada pela Escola de Direito da Universidade Saint Thomas – MN. Coordenadora da equipe MEDIARE no Projeto Piloto em Mediação de Conflitos desenvolvido pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro e pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) – Juizado Especial Criminal (JECrim) e I e II Varas de Família da Barra da Tijuca. Bolsista do ICAR-OEA (Institut for Conflict Analisys and Resolution – Organizations of American States) para estudos e análise de resolução de conflitos na América Latina. Coordenadora dos Programas de Docência e Supervisão do MEDIARE. No CONIMA – Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem – participou da Comissão Redatora do Código de Ética e do Regulamento – Modelo para a prática da Mediação (1997). Membro da Comissão Redatora do Código de Ética do FONAME – Fórum Nacional de Mediação. Integrante da Comissão de Mediação da OAB-RJ. Participação em Congressos internacionais e nacionais, na qualidade de palestrante, com apresentação de trabalhos. Autora de artigos publicados em livros nacionais e estrangeiros, periódicos e sites. Autora do Livro “Caixa de Ferramentas em Mediação: aportes práticos e teóricos”. Participante do Painel de Mediadores da CAM-CCBC, FIESP, CAMARB e CBMA.

INVITED TEACHERS

Alexandre Assed

Coordenador do Setor Socioambiental. Advogado nas áreas ambiental, administrativa e cível, sócio do escritório de advocacia Osorio, Fernandes, Mariz & Assed Advogados. Formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio, com Pós-Graduação em Direito Ambiental pela Universidade do São Paulo – USP. Professor da Disciplina “Mediação e Meio Ambiente” do curso de formação de mediadores do MEDIARE. Professor de Direito Ambiental da PUC-Rio, Professor de Métodos Extrajudiciais de Resolução de Conflitos da PUC-Rio, Professor Orientador e Coordenador-adjunto do Núcleo de Pratica Jurídica (NPJ) da Puc-Rio, Supervisor Técnico do Posto Avançado do Procon da Puc-Rio, Membro do Grupo Interdisciplinar de Mediação de Conflitos (GIMEC) da PUC-Rio, Professor da disciplina “Mediação e Meio Ambiente” do Curso “Meios Consensuais de Solução de Conflitos” da Puc-Rio. Professor da disciplina “Mediação e Direitos Coletivos e Difusos” da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ). Professor de “Soluções Alternativas de Controvérsias no Setor Público” do LLM em Direito do Estado e Regulação da Fundação Getulio Vargas (FGV), Professor da Disciplina “Mediação e Meio Ambiente” do Curso de Métodos Consensuais de Resolução de Conflitos e Arbitragem da FGV.

Ariane Gontijo Lopes Leandro

http://lattes.cnpq.br/4954248307976318

Mestre em Bens Culturais e Projetos Sociais (CPDOC/FGV/RJ). Especialista em História e Culturas Políticas (UFMG). Especialista em Políticas Públicas (UFMG). Formada em Mediação de Conflitos (Instituto de Mediação e Arbitragem SP). Formada em Mediação Comunitária (Polos de Cidadania da Faculdade de Direito UFMG). Graduada em Psicologia (PUC Minas). Já foi Diretora do Programa Mediação de Conflitos e do Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Governo do Estado de Minas Gerais. Já foi Superintendente de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Já foi Coordenadora, Supervisora Metodológica e Mediadora do Programa Mediação de Conflitos do Governo do Estado de Minas Gerais. É colaboradora da Rede Nacional de Mediação Comunitária, em parceria com a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, e diversos projetos e programas de mediação comunitária dos Estados brasileiros: MG, RJ, PE, BA, DF, RS, entre outros. É professora da disciplina de mediação comunitária do Mediare RJ. Atualmente é Consultora do Escritório das Nações Unidas sobre Crime e Drogas em parceria com a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça. Atua principalmente na elaboração, implantação, execução, monitoramento e avaliação de políticas públicas e projetos sociais e consultorias correlatas aos seguintes temas: direitos humanos, mediação de conflitos, acesso à Justiça, prevenção às violências, tráfico de pessoas e segurança pública cidadã. Buscou participar de movimentos sociais pela reforma urbana e direito à terra.

Claudia Frankel Grosman

Advogada Colaborativa especialista em gestão de conflitos empresariais e de família, pós graduada em Administração de Empresas – MBA/INSPER. Co-cordenadora do grupo de estudos de Mediação empresarial privada GMEP-CBAR e Diretora da Câmara de Mediação da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual – CMed-ABPI. Sócia do D’Accord – Instituto de Mediação e Gestão de Conflitos e do Bayer, Grosman e Levy Advocacia Colaborativa. Mediadora civil e comercial certificada por ADR Group (Londres), Instituto Familiae e pelo IMI (International Mediation Institute). Atua como mediadora das Varas Civeis do Forum de Santana/SP e integra o painel de mediadores das instituições de mediação: CPR – International Institute for Conflict Prevention & Resolution, CAE -Câmara de Mediação e Arbitragem das Eurocâmaras, CBMA – Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem e da Câmara de Mediação do SECOVI. Co-autora e co-organizadora do Livro Mediação no Judiciário: Teoria na Prática, Prática na Teoria, Editora Primavera – 2011.

Cristina Telles Assumpção Meirelles

Fonoaudióloga graduada pela Escola Paulista de Medicina. Mestre em Distúrbios da Comunicação pela PUC-SP. Terapeuta familiar sistêmica e Mediadora de Conflitos formada pelo Instituto Familia e, com extensão em Justiça Restaurativa pela Escola Paulista da Magistratura. Integrante da Equipe de capacitação “Justiça em Círculo” do Mediativa – Instituto de Mediação Transformativa. Responsável pela implementação da Justiça Restaurativa através de Projetos junto à Secretarias de Educação, Secretaria de Reforma do Judiciário e Secretaria de Direitos Humanos. Atua como capacitadora de facilitadores de práticas restaurativas e como tal, realizou a adaptação de diversas metodologias restaurativas inéditas no Brasil – Círculos de Paz (Canadá), Conferência de Grupos Familiares (Nova Zelândia), Zwelethemba (África do Sul) e Práticas Restaurativas em escolas – Transfoming Conflict (UK).

Dominic Barter

Dominic Barter desenvolve tecnologias sociais de diálogo e parceria, com foco nos campos de educação, justiça, cultura e mudança social. Precursor dos Círculos Restaurativos no Brasil desde sua origem nos morros cariocas nos anos 90, desenvolveu a capacitação de dois dos três projetos pilotos em Justiça Restaurativa para o Secretaria da Reforma do Judiciário do Ministério de Justiça, o PNUD e as Secretarias de Educação de São Paulo e de Rio Grande do Sul. Orienta aplicações de práticas restaurativas em 27 países, mais recentemente para a cidade de Seattle, nos Estados Unidos, Varas de Família de Coreia do Sul e para o Ministério de Educação da França. Era orientador do programa de mediação nas UPPs, para o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e depois pesquisador do andamento deste projeto junto ao Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, da Universidade Candido Mendes. Dirigiu o programa Restauração de Diálogos para a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, implantando sistemas restaurativas e dinâmicas empáticas em escolas estaduais. Atualmente colabora no desenvolvimento de novas formas de escola fundamentada no convívio e na inteligência relacional, como parceiro de Arca Educação. Colega de longa data do Dr. Marshall Rosenberg, é atualmente presidente do conselho diretor do Centro internacional de Comunicação Não-Violenta, com sede nos Estados Unidos. Considerado referência de projetos e propostas pedagógicas de Comunicação Não-Violenta no Brasil e no exterior, tem especialidade no aprendizado em contextos comunitários. Como pai de uma carioca de 15 anos, é lembrado diariamente dos limites do seu entendimento de conflito e mediação.

Fernanda Levy

Fernanda Levy é mediadora privada, sócia-fundadora do Instituto D´accord de Mediação e Consultoria em gestão de conflitos. Possui formação em mediação pela “Maestría en Mediación y Negociación” do Institut Universitaire Kurt Bösch (Buenos Aires – Suíça) e é mediadora civil e comercial certificada por ADR Group (Londres). Desde 2002, atua como mediadora em diversos casos envolvendo questões familiares, sucessórias e em disputas comerciais e civis, especialmente em empresas familiares do setor de construção civil, têxtil e vestuário. Integra o painel de mediadores das principais instituições de mediação do país. Advogada sócia da Bayer, Grosman & Levy, um escritório de advocacia colaborativa em São Paulo, possui quase trinta anos de experiência em gestão de conflitos. Doutora e Mestre em Direito pela Universidade Católica de São Paulo- PUC/SP, Levy é autora dos livros “Guarda de filhos – os conflitos no exercício do poder familiar” (Atlas, 2008) e “Cláusulas escalonadas: A mediação comercial no contexto da arbitragem” (Saraiva, 2013) e de artigos sobre o tema. Levy leciona Direito Civil, Mediação e Arbitragem em várias universidades, com destaque para o curso de pós-graduação da PUC/SP. Ela é Secretária-geral do Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem- (CONIMA) desde 2009, Conselheira da Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia, integra o Comitê de Mediação Empresarial e de Assuntos Legislativos do Comitê Brasileiro de Arbitragem (Cbar) e o Comitê de Mediação da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem da Ciesp/Fiesp.

Gabriela Asmar

Advogada e mediadora, com diploma de Mediação pelo Institut Universitaire Kurt Bösch,  LL.M. em Jurisprudência Comparada – New York University – School of Law e MBA em gestão empresarial pela Fundação Dom Cabral. Atuou como diretora jurídica e de Relações Institucionais em grandes empresas. Acumula experiências em negociações complexas, em diferentes contextos empresariais. Mediadora nas áreas escolar, familiar, penal, comunitária e empresarial no Brasil, tendo também atuado como mediadora no Centro de Justiça Comunitária do Harlem, NY, USA e em Mediações pré-judiciais em Buenos Aires, Argentina. Supervisionou mediações judiciais no TJ-RJ, desde 2007. Palestrante convidada de Mediação em diversas instituições (UFRJ, UERJ, FGV, OAB-RJ/ESA, CAPREV, ABERJ, cursos in-company) e integra a equipe de coordenação do curso de “Resolução Consensual de Conflitos envolvendo políticas públicas”, do Ministério da Justiça/ENAM (2014). É superintendente do CONIMA (Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem) para o Rio de Janeiro. Uma das fundadoras da Comissão de Mediação da OAB-RJ, Gabriela coordenou a implementação prática da Mediação na OAB-RJ e a prática vencedora do Prêmio Innovare 2009 – categoria advocacia. Em 2011 Gabriela Asmar foi selecionada como Weinstein Fellow pelo JAMS, benchmarking em mediação empresarial nos Estados Unidos. Seu nome foi o único brasileiro mencionado na publicação Who’sWho Legal – Commercial Mediation desde 2012. É membro do prestigioso painel internacional de mediadores do CPR. Fundou a Parceiros Brasil – Centro de Processos Colaborativos, especializada em Mediação Escolar e membro da rede global Partners for Democratic Change International e é diretora da ProAcordo – Mediação de Conflitos Empresariais. Gabriela é também diretora da Fipra Brasil, membro da rede Fipra International, que congrega profissionais especializados em relações institucionais e governamentais em diversos países.

Luciane Moessa

Graduação e Mestrado em Direito. Doutorado em Direito, Estado e Sociedade. Atuou por 8 anos como advogada e consultora jurídica no setor privado, com experiência nas áreas societária, trabalhista, ambiental e cível, e em Direito Público. Experiência em docência de graduação nas disciplinas de Direito Constitucional, Teoria do Processo, Direito Internacional e Estágio em Processo Civil, bem como em cursos jurídicos de especialização tendo coordenado grupos de pesquisa e de extensão, além de eventos científicos. Atuou como Conciliadora na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Advocacia-Geral da União, tendo sido cedida para tal função pelo Banco Central do Brasil, onde é Procuradora, com experiência no contencioso judicial (primeira e segunda instâncias), consultoria jurídica e atividades de gestão da Procuradoria. Ministra palestras e treinamentos em meios consensuais de solução de conflitos envolvendo entes públicos e é instrutora da ESAJ (Escola Superior de Administração Judiciária do TJ/RJ), da EMARF (Escola da Magistratura Regional Federal da 2ª. Região) e da ENAM (Escola Nacional de Mediação do Ministério da Justiça). Possui diversos artigos publicados em revistas científicas jurídicas e obras coletivas e é autora de livros que abordam a Mediação e a Construção de Consenso em Políticas Públicas.

Marcel Gottlieb

Marcel Gottlieb é engenheiro, formado pela PUC-RJ em 1979, MBA na FGV em 2001. Amante da música clássica dedica-se exclusivamente à formação de plateia para óperas e concertos nos últimos 17 anos. As suas atividades incluem cursos semanais de ópera e música clássica em geral, palestras em escolas e em cursos específicos (de psicologia, pintura, vinho) e palestras motivacionais em empresas.

Entre os lugares onde trabalha com regularidade, encontram-se: Casa do Saber, Clube Caiçaras, Joquei Clube, Venâncio Flores e outros. Possui um dos maiores acervos privados de música clássica no RJ com mais de quatro mil DVDs, LPs e CDs. Isto lhe permite comparar a mesma peça musical com diferentes maestros e cantores.

Possui forte relacionamento com maestros, músicos, cantores e diretores de teatro do RJ, tendo ministrado palestras em conjunto com vários deles tais como: Ricardo Rocha (maestro), Ricardo Prado (maestro), Eliana Caminada (bailarina), Marcelo Verzoni (pianista), Caique Botkai (compositor e diretor de teatro), Moacir Chaves (diretor de teatro), Andre Heller (produtor de óperas), Nelson Portela (barítono), Peter Gottlieb (barítono professor do Conservatório de Paris), Juliana Rodrigues (professora da UERJ), Rafael Fonseca (pesquisador) e Monica Waitzfelder (produtora de óperas).

Temas frequentemente apresentados nas palestras: História da Música, História da Ópera, Vida e Obra de Compositores que Marcaram a História da Música: Beethoven, Mozart, Mahler, Gershwin e outros.

Olivia Fürst

Advogada Colaborativa e Mediadora de Conflitos / Autora da prática vencedora do Prêmio Innovare 2013 na Categoria Advocacia com o texto “Práticas Colaborativas no Direito de Família” / Cofundadora e Diretora Executiva do Instituto Brasileiro de Práticas Colaborativas / Coordenadora do setor de Práticas Colaborativas do MEDIARE – Diálogos e Processos Decisórios / Presidente da Comissão Especial de Práticas Colaborativas da OAB-RJ / Associada a International Academy of Collaborative Professionals (IACP) / Mediadora associada ao escritório Faleck & Associados – negociação estratégica, mediação de conflitos e demais métodos alternativos de resolução de disputas / Foi mediadora e observadora do Programa de Indenização do Voo 447 (PI 447) – programa eletivo de negociação e mediação que proporcionou a indenização dos familiares das vítimas do acidente aéreo com o voo Air France 447 (2009-2011) / Mediadora do Núcleo de Mediação do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) / Associada ao Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM / Membro da Comissão de Mediação de Conflitos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ) / Professora de Mediação em diferentes instituições (FGV, Mediare, Instituto Brasiliense de Direito Público dentre outras) / Autora de diversos artigos em publicações especializadas / Capacitada em Mediação de Conflitos pelo MEDIARE e pelo TJ/RJ (2009) / Experiência em escritórios de contencioso civil e de família / Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com ênfase em Relações Internacionais.

Rafael Alves de Almeida

Doutor em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento, pelo Instituto de Economia da UFRJ. Coordenador Geral do FGV Law Program, da FGV DIREITO RIO. LL.M em International Business Law pela London School of Economics and Political Science – LSE. Mestre em Regulação e Concorrência pela UCAM. Formado pela Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro – EMERJ. Bacharel em Direito pela UFRJ e em Economia pela UCAM. Advogado. Coordenador do MBA Executivo em Gestão e Business Law – FGV Online. Membro do Conselho Diretor do MEDIARE – Diálogos e Processos Decisórios. Membro do Corpo Permanente de Conciliadores e Árbitros da Câmara FGV de Conciliação e Arbitragem. Membro da International Society for Ecological Economics. Membro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica. Membro Efetivo da Comissão de Mediação da OAB-RJ. Presidente da LSE Brazilian Alumni Association.

Raquel Santos Pereira Chrispino

Gradou-se em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Aprovada em concurso público para a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE-RJ), atuou nessa instituição durante três anos. Ingressou na magistratura estadual em 1997, sendo atualmente Juíza de Direito Titular da Primeira Vara de Família. Coordena ainda o Centro de Resolução de Conflitos e Cidadania da Comarca de São João de Meriti. Atua com mediação de conflitos no Poder Judiciário desde o ano de 2007.

Renata Fonkert

Psicóloga do Ministério da Saúde e consultório particular; especialista em terapia de família e casal; mediadora de conflitos familiares com formação e especialização em Mediação Familiar pela Fundación Interfas, Buenos Aires, e pelo Tribunal de Justiça do RJ; capacitada em Práticas Colaborativas no Direito de Família pelo IACP; capacitada em Práticas Colaborativas e Dialógicas pelo Interfaci, Houston Galveston Institute e Taos Institute; mediadora, docente e supervisora do MEDIARE; mediadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; mediadora do Tribunal de Ética e da Comissão de Mediação da OAB/RJ; mediadora do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem; artigo publicado: “A Mediação Familiar: Recurso Alternativo a Terapia Familiar na Resolução de Conflitos em Famílias com Adolescentes”, 1999, em Schnitmann, D.F. e Littlejohn, S., em Novos Paradigmas em Mediação, Editora Artes Médicas.

Samantha Pelajo

http://lattes.cnpq.br/4800744002765511

Mediadora. Advogada nas áreas de Direito de Família e Direito das Sucessões. Mestre em Mediação de Conflitos (Master Latino-americano Europeo en Mediación) pelo Institut Universitaire Kurt Bosch (Suíça) em convênio com a Universidad Católica de Salta (Argentina). Especialista em Direito Civil Constitucional pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Formada em Mediação de Conflitos pelo MEDIARE. Graduada pela PUC-Rio. Docente em Mediação de Conflitos na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Membro fundador do Grupo Interdisciplinar de Mediação de Conflitos (GIMEC) da PUC-Rio e membro da equipe organizadora do I Seminário Interdisciplinar de Mediação de Conflitos do Departamento de Direito da PUC-Rio. Membro fundador e atual Presidente da Comissão e Câmara de Mediação de Conflitos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ). Conselheira da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ). Membro da Equipe Docente e membro do setor de Mediação Familiar do MEDIARE. Coautora do livro “Negociação, Mediação e Arbitram: curso básico para programas de graduação em Direito” (Gen / Método, 2012), Coautora do livro “Arbitragem e Mediação: temas controvertidos” (Gen / Forense, 2014) e Coautora do “Manual de Mediação de Conflitos para Advogados: escrito por advogados” (Ministério da Justiça, 2014). Membro integrante do projeto piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ), por meio do Juizado Especial Criminal (JECrim) da Barra da Tijuca, em convênio com o MEDIARE. Membro integrante do projeto piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pela Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPGERJ), por meio de seu Núcleo de Mediação de Conflitos (SEMPRE) do Leblon, em convênio com o MEDIARE.

Vania Curi Yazbek

Psicóloga (PUC-SP) com especialização em psicologia clínica pelo Conselho Regional de Psicologia/SP. Terapeuta familiar e mediadora especializada em Mediação Transformativa pela Fundación Interfas de Buenos Aires/Ar, com extensão em Justiça Restaurativa pela Escola Paulista da Magistratura. Integra a equipe Justiça em Círculo responsável pelos projetos de implementação de Justiça Restaurativa pelo MEDIATIVA – Instituto de Mediação Transformativa e pela adaptação de diversas metodologias restaurativas inéditas no Brasil – Círculos de Paz (Canadá), Conferência de Grupos Familiares (Nova Zelândia), Zwelethemba (África do Sul) e Práticas Restaurativas em escolas – Transfoming Conflict (UK). Licenciada como capacitadora de Práticas Restaurativas pelos International Institute for Restorative Practices (IIRP) e Instituto Latino Americano de Prácticas Restaurativas (ILAPR). Formada pelo Diplomado Internacional em Prácticas Dialógicas certificado pelo Taos Institute (USA), Fundación Interfas (Argentina) em conjunto com a Universidad Adolfo Ibáñez – UAI (Chile), e pelo Transfoming Conflict (UK). Diversas publicações (artigos em revistas da área e capítulos em livros) sobre Mediação Transformativa e Justiça Restaurativa.

Vânia Izzo de Abreu

Psicóloga com especialização em psicologia clínica e psicologia jurídica pelo Conselho Regional de Psicologia/RJ. Terapeuta de Família e Casal e Terapeuta Comunitária. Mediadora, integra o Corpo de Mediadores do MEDIARE, sua equipe docente e de supervisores em mediação de conflitos e a Coordenação do Setor de Mediação Comunitária. Integra, ainda, o Projeto Piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ), através dos Juizados Especiais Criminais (III, IV e IX), das Varas de Família da Barra da Tijuca e da Capital. Foi Facilitadora do Grupo Temático de ONG’s do processo de Construção de Consenso da pesquisa sobre Resolução Alternativa de Disputas no Brasil, coordenada pela Escola de Direito da Universidade Saint Thomas – MN. Participou do Curso de Formação de Multiplicadores em Mediação e Arbitragem, Programa CACB/BID/SEBRAE. Pós-Graduada com especialização na Prevenção da Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo. Elaborou e implementou projetos na Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência – ABRAPIA, onde coordenou o Programa “Sistema Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto – Juvenil” em parceria com o Ministério da Justiça, hoje, “Disque Direitos Humanos – Disque 100”, Política Pública Nacional na Área dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. Integra o Conselho Executivo do Instituto de Pesquisas Sistêmicas e Desenvolvimento de Redes Sociais – Instituto Noos que se dedica à promoção da saúde das relações familiares e comunitárias e onde coordena o Serviço 123Alô! – A voz da criança e do adolescente, versão childline brasileira.

Vanja Maria Araujo Borges

Assistente Social, mediadora e supervisora em mediação do TJRJ; Coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Fórum Regional de Jacarepaguá; Instrutora da Escola de Administração Judiciária (ESAJ-TJRJ) em Cursos de Formação de Mediadores (mediação judicial e mediação comunitária) e de Conciliadores Judiciais; Instrutora em cursos de Formação de Mediadores Judiciais a nível nacional, treinada pelo Conselho Nacional de Justiça. Mestre em Mediação pela Maestria Latinoamericana Europea en Mediación y Negociación – Instituto Kurt Bosch, Buenos Aires. Foi supervisora em mediação em 5 Centros de Mediação do TJRJ, em projeto desenvolvido pela ESAJRJ (2011), atualmente participa do projeto de Supervisão desenvolvido pelo Núcleo Permanente de Mediação e Conciliação-TJR .Formação em Mediação Capacitação Nacional em Práticas Colaborativas (24h);Extensão em Mediação Familiar ESARJ (30h); Ferramentas para Mediadores em Casos Patrimoniais e de Família EMERJ (25h); Formação de Supervisores em Mediação e Conciliação, CNJ (24hs); Formação de Instrutores em Mediação e Conciliação, CNJ (40hs); Mediação Básica e Familiar – UERJ ( 244h); Mediação Judicial – Básica e Familiar – TJRJ(64hs); Mediação e Resolução Pacífica de Conflitos em Segurança Cidadã – PNUD/SENASP (40hs). Pós-Graduada em Metodologia do Serviço Social-UFF; Pós-Graduada em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes-USP.

II. PRACTICE IN REAL SITUATIONS WITH LIVE SUPERVISION

It is a world understanding that the practice of real situations with live supervision should integrate the training programs of mediators. MEDIARE follows this premise and offers, on an ongoing basis, teams of supervised practice.

Entry into this training segment can only take place after the completion of the theoretical course, but not necessarily in its sequence.

The agreements with public institutions and non-governmental bodies enable the supervised practice of students in training, which occurs with face-to-face supervision. Each supervisor works a limited group of students and gives them individualized attention.

MEDIARE does not condition certification as a mediator to the exclusive fulfillment of the workload in the supervised practice (100 hours), but especially to the improvement and acquisition of competences, expressed in a distributed worksheet for the students and evaluated by supervisor and supervising at the end of the attendance Of each case.

From a biweekly occurrence with a duration of approximately one year and a half to two years – 6h / month (three hours for each attendance) – the supervised practice brings together participants’ own supervisors, shared with each professional student before enrollment, with a view to making it viable Adherence to the proposed premises.

Goals

  • Improve and acquire skills to act as a mediator or as an impartial third party facilitating dialogues.
  • Identify a personal style of acting and improve it.
  • To experience, in the protected space of supervision, the stages of the Mediation process, its procedures and impasses.
  • Enhance skills for dual (interdisciplinary) and team performance.
  • Articulate a theoretical basis pertinent to each type of case served.
  • Promote case study and identify the possibility of generalization of learning.
  • To qualify as a mediator of conflicts.

Tania Almeida – Diretora do MEDIARE

http://lattes.cnpq.br/2031266502707890

Docente, Consultora e Pesquisadora em Mediação de Conflitos e em Facilitação de Diálogos. Fundadora do Sistema MEDIARE – MEDIARE Diálogos e Processos Decisórios, MEDIARE Cursos Técnicos e Gerenciais e Instituto MEDIARE. Médica. Mestre em Mediação de Conflitos. Pós Graduada em Neuropsiquiatria, Sociologia e Gestão Empresarial. Especialização em Terapia de Família e Psicanálise infanto-juvenil. Em mediação, fez cursos de extensão nas seguintes áreas: Teoria e Ferramentas do Havard Negotiation Project; Empresas e Família; Escolas, Comunidades e Saúde; Comércio Internacional e Propriedade Intelectual; Dispute Boards e Práticas Restaurativas; Construção de Consenso e Socioambiental; Práticas Colaborativas e Mediação Transformativa. Short Term Consultant da equipe de Mediação do Internal Just System do Banco Mundial – Latin American Pilot Program. Docente e Co-Organizadora do Curso de Mediação e Resolução Pacífica de Conflitos em Segurança Cidadã – Projeto Piloto RJ coordenado pelo PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e SENASP – Secretaria Nacional de Segurança Pública. Facilitadora nacional do processo de Construção de Consenso da pesquisa sobre Resolução Alternativa de Disputas no Brasil, coordenada pela Escola de Direito da Universidade Saint Thomas – MN. Coordenadora da equipe MEDIARE no Projeto Piloto em Mediação de Conflitos desenvolvido pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro e pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) – Juizado Especial Criminal (JECrim) e I e II Varas de Família da Barra da Tijuca. Bolsista do ICAR-OEA (Institut for Conflict Analisys and Resolution – Organizations of American States) para estudos e análise de resolução de conflitos na América Latina. Coordenadora dos Programas de Docência e Supervisão do MEDIARE. No CONIMA – Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem – participou da Comissão Redatora do Código de Ética e do Regulamento – Modelo para a prática da Mediação (1997). Membro da Comissão Redatora do Código de Ética do FONAME – Fórum Nacional de Mediação. Integrante da Comissão de Mediação da OAB-RJ. Participação em Congressos internacionais e nacionais, na qualidade de palestrante, com apresentação de trabalhos. Autora de artigos publicados em livros nacionais e estrangeiros, periódicos e sites. Autora do Livro “Caixa de Ferramentas em Mediação: aportes práticos e teóricos”. Participante do Painel de Mediadores da CAM-CCBC, FIESP, CAMARB e CBMA.

Eva Jonathan

Psicóloga. Licenciada em Psicologia. Mestre em Psicologia Social (PUC-Rio). Realizou estudos de Doutorado na University of Kent at Caterbury. Capacitada e certificada em mediação de conflitos pelo MEDIARE e pela ENAM/UnB. Fez curso de extensão em Práticas Colaborativas no Direito de Família. Mediadora e Supervisora do MEDIARE, exerce a função de coordenadora adjunta em seu Setor de Mediação Comunitária; Mediadora Sênior do TJ/RJ e da OAB/RJ, Cofundadora e Mediadora do Grupo Interdisciplinar de Mediação de Conflitos da PUC-Rio. Como mediadora, atua principalmente com famílias, vizinhança e comunidades. Teve vasta experiência como pesquisadora (empreendedorismo e mediação de conflitos) e docente do Departamento de Psicologia da PUC-Rio Exerce atualmente a docência no Curso de Pós-Graduação (latu sensu) – Especialização em Psicologia Jurídica (PUC-Rio). Como convidada, leciona sobre o tema da mediação de conflitos em diversos cursos. Publicações: Reinventando minha história: adolescência em instituição de acolhimento. In: FERES-CARNEIRO, Terezinha (Org.), Família e casal: parentalidade e filiação em diferentes contextos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio; Prospectiva, 2015, p. 205-220. (Coautora Lidia Levy); Mediação em comunidade carioca: uma parceria MEDIARE e Núcleo de Mediação Comunitária do Vidigal. Fórum Internacional Global Mediation Rio, Rio de Janeiro, 24-28 de novembro de 2014. (Coautoras Tania Almeida e Vania Izzo).; Mulheres empreendedoras: o desafio da escolha do empreendedorismo e o exercício do poder. Psicologia Clínica, vol. 23, n.1, 2011, p. 65-85.; Mal-estar contemporâneo e conflitos entre vizinhos. Revista Mal-estar e Subjetividade, Universidade de Fortaleza. Vol. XI, no 3, p. 1109-1126, set/2011(Coautores Lídia Levy, Luis Gustavo Grandinetti Castanho de Carvalho e Humberto Dalla Bernardina de Pinho).; Minha família é legal? A família no imaginário infantil. Revista Estudos de Psicologia, Campinas, vol. 27, n. 1, p. 49-56, jan./mar. 2010 (Coautora Lidia Levy).; Empreendedorismo feminino: tecendo a trama de demandas conflitantes.; Psicologia & Sociedade, v. 19, n. 1, p. 77-84, jan./abr. 2007. (seis últimas). Fluente em inglês, fala alemão.

Maria do Céu L. Battaglia

http://lattes.cnpq.br/8959678727288976

Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – 2002. Terapia de Família Sistêmica pelo Instituto de Terapia de Família – 1998. Psicoterapia na Abordagem Centrada na Pessoa – CPP – 1987. Graduação em Psicologia pela Universidade Santa Úrsula – 1978. Certificação da primeira turma de mediadores do TJ – 2012. Formação MEDIARE em Mediação – 2000. Formação em Supervisão de Psicoterapia – Centro de Psicologia da Pessoa (CPP) –1989. Facilitação de Grupos – CPP- 1989. Supervisora MEDIARE. Mediação Defensoria Pública do Leblon. Mediação JECrim e Vara de Família do TJRJ Barra da Tijuca. Mediação Privada. Perita Assistente Técnica em Processos de Vara de Família. Professora convidada do Espaço Viver, SC e ARETÉ Instituto Brasileiro de Psicologia Centrada na Pessoa, ES. Psicoterapeuta Individual, Família e Casal. Publicações: Figueiredo, M. R. S. et al. Considerações prático-teóricas da atuação dos assessores jurídicos na mediação. In: Mediação no Novo Coddigo de Processo Civil, Rio de Janeiro, GEN Forense,2015; Battaglia, M. C. L. O que é família? Quem decide? In: Ladvocat, C., Diuana S. (Org). Guia de Adoção: no jurídico, no social, no psicológico e na família, São Paulo: Roca, 2014; Battaglia, M. C. L. Abordagem Centrada na Pessoa. In: Ladvocat C. (Org). Psicologia: Campo de Atuação, Teoria e Prática. Rio de Janeiro, Booklink, 2010; Battaglia, M. C. L. Carl Rogers e a Mediação de Conflitos. A Psicologia Humanista na Prática. Santa Catarina, Unisul, 2009; Battaglia, M. C. L. Roda de Conversa sobre Mediação de Conflitos. SAP/IPUSP. Serviço de Aconselhamento Psicológico 40 Anos de História. São Paulo, 2009; Battaglia, M. C. L. Roda de Conversa sobre Síndrome de Alienação Parental. SAP/IPUSP. Serviço de Aconselhamento Psicológico 40 Anos de História. São Paulo, 2009; Battaglia, M. C. L. Cartilha Passo a Passo na Mediação de Conflitos. Série Convivência Comunitária. NECVU, Rio de Janeiro, Booklink Publicações Ltda., 2007; Battaglia, M. C. L (2006). Mediação Escolar: Uma metodologia de aprendizado em administração de conflito. Disponível em http://www.encontroacp.psc.br/; http://www.psicopedagogia.com.br/artigos/artigo.asp?entrID=550. Acesso em 28 jan. 2016; Battaglia, M. C. L. Mediação de Casal e Família: uma intervenção em momentos de crise. IX Foro Internacional del Enfoque Centrado em la Persona, Argentina, Ed. Suarez, ISBN 987-9494-47-4, 2004.

Olivia Fürst

Advogada Colaborativa e Mediadora de Conflitos / Autora da prática vencedora do Prêmio Innovare 2013 na Categoria Advocacia com o texto “Práticas Colaborativas no Direito de Família” / Cofundadora e Diretora Executiva do Instituto Brasileiro de Práticas Colaborativas / Coordenadora do setor de Práticas Colaborativas do MEDIARE – Diálogos e Processos Decisórios / Presidente da Comissão Especial de Práticas Colaborativas da OAB-RJ / Associada a International Academy of Collaborative Professionals (IACP) / Mediadora associada ao escritório Faleck & Associados – negociação estratégica, mediação de conflitos e demais métodos alternativos de resolução de disputas / Foi mediadora e observadora do Programa de Indenização do Voo 447 (PI 447) – programa eletivo de negociação e mediação que proporcionou a indenização dos familiares das vítimas do acidente aéreo com o voo Air France 447 (2009-2011) / Mediadora do Núcleo de Mediação do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) / Associada ao Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM / Membro da Comissão de Mediação de Conflitos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ) / Professora de Mediação em diferentes instituições (FGV, Mediare, Instituto Brasiliense de Direito Público dentre outras) / Autora de diversos artigos em publicações especializadas / Capacitada em Mediação de Conflitos pelo MEDIARE e pelo TJ/RJ (2009) / Experiência em escritórios de contencioso civil e de família / Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com ênfase em Relações Internacionais.

Renata Fonkert

Psicóloga do Ministério da Saúde e consultório particular; especialista em terapia de família e casal; mediadora de conflitos familiares com formação e especialização em Mediação Familiar pela Fundación Interfas, Buenos Aires, e pelo Tribunal de Justiça do RJ; capacitada em Práticas Colaborativas no Direito de Família pelo IACP; capacitada em Práticas Colaborativas e Dialógicas pelo Interfaci, Houston Galveston Institute e Taos Institute; mediadora, docente e supervisora do MEDIARE; mediadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; mediadora do Tribunal de Ética e da Comissão de Mediação da OAB/RJ; mediadora do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem; artigo publicado: “A Mediação Familiar: Recurso Alternativo a Terapia Familiar na Resolução de Conflitos em Famílias com Adolescentes”, 1999, em Schnitmann, D.F. e Littlejohn, S., em Novos Paradigmas em Mediação, Editora Artes Médicas.

Samantha Pelajo

http://lattes.cnpq.br/4800744002765511

Mediadora. Advogada nas áreas de Direito de Família e Direito das Sucessões. Mestre em Mediação de Conflitos (Master Latino-americano Europeo en Mediación) pelo Institut Universitaire Kurt Bosch (Suíça) em convênio com a Universidad Católica de Salta (Argentina). Especialista em Direito Civil Constitucional pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Formada em Mediação de Conflitos pelo MEDIARE. Graduada pela PUC-Rio. Docente em Mediação de Conflitos na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Membro fundador do Grupo Interdisciplinar de Mediação de Conflitos (GIMEC) da PUC-Rio e membro da equipe organizadora do I Seminário Interdisciplinar de Mediação de Conflitos do Departamento de Direito da PUC-Rio. Membro fundador e atual Presidente da Comissão e Câmara de Mediação de Conflitos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ). Conselheira da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro (OAB/RJ). Membro da Equipe Docente e membro do setor de Mediação Familiar do MEDIARE. Coautora do livro “Negociação, Mediação e Arbitram: curso básico para programas de graduação em Direito” (Gen / Método, 2012), Coautora do livro “Arbitragem e Mediação: temas controvertidos” (Gen / Forense, 2014) e Coautora do “Manual de Mediação de Conflitos para Advogados: escrito por advogados” (Ministério da Justiça, 2014). Membro integrante do projeto piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ), por meio do Juizado Especial Criminal (JECrim) da Barra da Tijuca, em convênio com o MEDIARE. Membro integrante do projeto piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pela Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPGERJ), por meio de seu Núcleo de Mediação de Conflitos (SEMPRE) do Leblon, em convênio com o MEDIARE.

Vânia Izzo de Abreu

Psicóloga com especialização em psicologia clínica e psicologia jurídica pelo Conselho Regional de Psicologia/RJ. Terapeuta de Família e Casal e Terapeuta Comunitária. Mediadora, integra o Corpo de Mediadores do MEDIARE, sua equipe docente e de supervisores em mediação de conflitos e a Coordenação do Setor de Mediação Comunitária. Integra, ainda, o Projeto Piloto em Mediação de Conflitos, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ), através dos Juizados Especiais Criminais (III, IV e IX), das Varas de Família da Barra da Tijuca e da Capital. Foi Facilitadora do Grupo Temático de ONG’s do processo de Construção de Consenso da pesquisa sobre Resolução Alternativa de Disputas no Brasil, coordenada pela Escola de Direito da Universidade Saint Thomas – MN. Participou do Curso de Formação de Multiplicadores em Mediação e Arbitragem, Programa CACB/BID/SEBRAE. Pós-Graduada com especialização na Prevenção da Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo. Elaborou e implementou projetos na Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência – ABRAPIA, onde coordenou o Programa “Sistema Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto – Juvenil” em parceria com o Ministério da Justiça, hoje, “Disque Direitos Humanos – Disque 100”, Política Pública Nacional na Área dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. Integra o Conselho Executivo do Instituto de Pesquisas Sistêmicas e Desenvolvimento de Redes Sociais – Instituto Noos que se dedica à promoção da saúde das relações familiares e comunitárias e onde coordena o Serviço 123Alô! – A voz da criança e do adolescente, versão childline brasileira.

Partners: